.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

Terça-feira, 7 de Outubro de 2008

Uma sandes simples, se faz favor!

Quanto mais evoluída uma sociedade é, mais complicada fica.

E a inglesa é um bom exemplo, não tendo eu vivido noutra mais evoluída que esta.

Então na comida o caso fica ainda mais extremo.

São as sandes de atum amigas dos golfinhos…

São as comidas macrobióticas.

É o açúcar light.

Os avisos nas embalagens informando que o conteúdo pode ser comido por um vegetariano.

And so on…

 

Bem, isto torna-se complicado ao nível da logística.

Imaginem uma prateleira de sandes com cerca de 50 metros num supermercado.

Tem as sandes de atum amigas dos golfinhos e as não amigas.

As de ovo que derivam de galinhas que comem milho biológico, outras de galinhas que comem milho geneticamente modificado e com ovos de galinhas portuguesas pica no chão.

Claro que também lá não faltam as sandes de presunto de porco limpo e as de porco sujo.

Os preços das mesmas são também muito variados.

E chegam a ser ridículos.

Por exemplo, as sandes de atum amigas dos golfinhos custam uma loucura [não me lembro do preço exacto, eh eh]

Já para não falar das sandes de ovo de galinhas pica no chão…

 

Mas o que me intriga mais é que as pessoas acreditam mesmo que as redes que pescaram os atuns que estão dentro das sandes que vão comer não mataram nenhum golfinho…

Espertos são os gajos que fabricam as sandes por se lembrarem dessa.

Aliás, eu acredito que a empresa que as fabrica já deve ter criado um departamento só para inventar mais tipos de sandes.

Aqui fica a minha sugestão: Sandes de carne de vaca que não se peida.

Sabiam que as vacas são das maiores responsáveis pela destruição da camada de ozono?

Ah pois é.

Num dia, os peidos de uma vaca podem produzir 350 litros de metano.

E pelo que dizem os entendidos, isso parece ser mau.

Não acreditam, vejam o vídeo seguinte:

 

O video também pode ser visto aqui.

sinto-me:

publicado por Peter WouldDo às 10:39

link do post | favorito

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags