.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

free website hit counters
Get a free website hit counter here.

.Posts mais comentados

Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

FIM DA GREVE – Os portugueses de “cá de fora”

 

Parece que resultou o meu pedido de comentários.

É que sem eles a motivação para continuar a escrever diminui.... bastante.

E já não estava habituado a dois posts seguidos sem qualquer comentário.

Eu sei que vocês vêem cá para ler e não para comentar.

Mas considerem o comentário como a minha alimentação diária para continuar a escrever.

Quase 200 visitas em 24 horas e oito comentários de diferentes pessoas (Guiga aquilo não vale).

E por isso, estou de volta ao activo.

 

 

Hoje vou falar de portugueses.

E escrever que amo os portugueses que andam por esse mundo fora a esconder que são portugueses.

Bem, amar se calhar não é a palavra certa.

Eu venero esses portugueses.

E esta semana conheci um deles.

A minha primeira reação foi logo perguntar-lhe se queria que lhe lavasse os pés ou limpasse a casa de banho.

Tudo de borla.

Conheci uma rapariga que jamais descobriria que é portuguesa, porque ela faz questão de esconder o distintivo com o nome e tem um sotaque britânico quase perfeito.

Soube que ela é um desses portugueses porque me disseram e eu fui perguntar-lhe se era verdade.

Ao que ela respondeu:

- Yes I am, but don’t tell anyone!

E a conversa acabou ali, porque eu próprio perdi o interesse em saber o que quer que fosse, apesar de a venerar.

Acima de tudo porque a minha pergunta em português teve direito a resposta em inglês.

Esses portugueses não são o que eu gosto de chamar de tugas.

# Um tuga tem orgulho em o ser e não tem problemas em mostrar o que é.

# Um tuga emociona-se ao ouvir A Portuguesa.

# Um tuga compra cerveja Super Bock ou Sagres no estrangeiro mesmo que ela custe o dobro.

# Um tuga arrepia-se quando outro tuga faz sucesso no estrangeiro.

# Um tuga diz que o Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo mesmo sendo ele tão feio.

 

E é aqui a parte em que explico porquê venero os portugueses que escondem que são portugueses.

Acima de tudo porque gostava de ser como eles.

Obviamente que não em relação à capacidade de esconder a minha origem ou nacionalidade.

Mas gostava de ser como eles em relação à minha beleza:

- Sim, sou feio. Mas não digas a ninguém!

E gostava de o conseguir esconder tão bem quanto eles.

Talvez assim tivesse mais sorte junto do sexo feminino…

 

PS: Ainda não arranjei nick para este tipo de portugueses... alguma sugestão?

 


publicado por Peter WouldDo às 00:02

link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De melisand a 27 de Fevereiro de 2009 às 07:48
Olá! Parece que hoje tens, pelo menos um comentárioo! :)

Eu sou o que se chama TUGA. Também vivo fora do país e assim que oiço portugueses a falar, entro em órbita do tipo: "ENAAAAAAAA Portugueses!!"

Apesar de viver fora do país, sinto-me cada vez mais portuguesa. Até sei mais de coisas que tenham a ver com Portugal desde que emigrei do que quando lá vivia... curioso no minimo!

Sou Tuga e com muito muito orgulho!! :P



De guiga a 27 de Fevereiro de 2009 às 15:53
Não vale?!?! Então porquê?!?! Olha... Tanto esforço... :(

Quanto a esses pseudo-portugueses: os CONAS! Que tal?! loooool

Viva PORTUGAL!
*.*


De Joana S. a 27 de Fevereiro de 2009 às 22:30
Esses tugas até metem nojo!

Todos sabemos que este pedaço de terra à beira-mar plantado está longe de ser perfeito mas os outros países tb têm os seus defeitos. Por isso, a esses que escondem a sua nacionalidade, só me apetece dizer: vão e não voltem!

Não venham é depois no mês de Agosto entupir as nossas praias a falar a língua do país de acolhimento e não venham para as nossas estradas acelerar no carro novo de matrícula estrangeira.

O verdadeiro tuga pode viver longe mas não esconde as suas origens e tem orgulho na sua pátria Lusitana. E não se lembra disso apenas uma vez por ano!

Está longe mas vive com saudades do nosso sol, da nossa comida e da nossa cultura!

E mesmo quando vive num outro país, procura integrar-se, mas sem nunca esquecer de onde veio.

Posto isto, proponho que o nick seja tugas mete-nojo "!




De Silvia a 28 de Fevereiro de 2009 às 17:32
Pois. Cada um sabe de si. Eu sou Portuguesa com muito orgulho. Sim, sinto saudades do meu pais, mas nao vontade de voltar.


Comentar post

.mais sobre mim

.Recomenda-se

Best Ecigs in Brentwood, Essex, UK

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags