.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

Segunda-feira, 9 de Março de 2009

De férias em Portugal

 

 

Atrasei-me a postar.

E ao lerem este post já nem deve ser segunda-feira.

Mas a desculpa é que este fim-de-semana foi muito movimentado.

Na sexta à tarde decidi não esperar pela Páscoa e ir já de férias a Portugal.

Neste momento não tenho emprego, e daqui a algumas semanas espero já ter, o que dificultaria a ida a Portugal.

Uma pesquisa por viagens e descobri que os preços até eram acessíveis.

Na Ryanair cerca de 130 libras (145 euros), e na TAP 140 libras (155 euros).

Para viajar na Ryanair tenho de me deslocar para o aeroporto de Stansted.

O que custa 14 libras por autocarro.

Já o voo da TAP saía de Heathrow, para onde há metro.

Ainda por cima a linha que passa perto da minha casa.

Nem hesitei e comprei pela TAP.

Até porque é portuguesa, e eu não comungo das críticas que muita gente lhe faz.

Pelo menos nunca tive razão de queixa, e continuo a não ter.

É tão bom ouvir uma Andreia Cunha a perguntar-nos em português se queremos sumo de laranja para acompanhar a sandes.

Tive de acordar às 3 da manhã de domingo, e fui para Heathrow de autocarro, já que a essa hora não há metro.

Só às 10 cheguei a casa, na freguesia de São Cristóvão de Selho.

E foi aí que criei as primeiras emoções.

A minha mãe não estava à minha espera, e liguei-lhe de fora da casa.

Ela atendeu pensando que estava longe, e a contar-me que iria almoçar com uma tia minha.

- Então não vais almoçar comigo – disse eu.

- Quê?

Nessa altura abri a porta e ela ficou cerca de dois segundos a olhar para mim sem perceber o que se estava a passar.

Depois o choro do costume

Decidi ir almoçar sozinho a um restaurante, já que não quis alterar planos.

Aproveitei para rever a minha cidade: Guimarães.

Um bom prato de bacalhau, uma coca-cola e um leite-creme com açúcar torrado.

Tudo à maneira para matar saudades da comida portuguesa, e por apenas 8,20 euros.

E ainda comi ao ar livre... (foto)

Depois de almoço nada melhor que assistir a um jogo de futebol ao vivo (entrada com um cartão de sócio de um familiar meu – por isso à borla).

E ainda por cima ganhamos, para variar em relação aos últimos resultados.

Ao final da tarde estava cansadíssimo.

Tinha apanhado sol a tarde toda no futebol.

Para além de ter dormido poucas horas, já que na noite de sábado houve festa em casa.

E conversas com temas tão interessantes como o Tweety.

Mas isso é tema para o post de amanhã.

 


publicado por Peter WouldDo às 15:58

link do post | favorito

De Dylan a 6 de Abril de 2009 às 09:29
E se precisar de conhecer Portugal a fundo, eu ajudo:

http://aboutportugal-dylan.blogspot.com/


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags