.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

As cores da minha vida

Na casa particular onde trabalho actualmente há uma empregada interna.

Aquilo a que aqui na Inglaterra se chama uma “live-in au pair”.

E a senhora até é atenciosa.

De vez em quando leva-nos um cafezito.

Não tenho a certeza, mas acho que ela é filipina.

O nome é ainda mais interessante: Nora (apesar de não ter sogra)

A Nora já trabalhou para os reis da Arábia Saudita e para um jogador do Manchester United.

Apesar de ser pouco conhecido, esse jogador, conta que o Ronaldo e o Rooney estavam sempre metidos na casa dele.

Por isso, conheceu-os pessoalmente.

Mas na realidade começo a ficar chateado com a Nora.

Tudo porque sempre que ela nos leva café, calha-me sempre a mim a caneca cor-de-rosa.

Desconheço a razão.

Mesmo se a há, ou se se trata apenas de uma grande, muito grade, coincidência.

Mas começo a estar farto de levar com a caneca cor-de-rosinha.

É que ainda não dá para trocar, porque o meu patrão Maciej toma o café com leite, enquanto que eu prefiro preto.

É um assunto a rever este semana…

 

Mas não é só nas canecas que as cores “vivas” me andam a perseguir.

Quando me mudei cá para casa, tive a sorte da anterior inquilina ter deixado uma bicicleta.

Como a sorte nunca é perfeita, para além da bicicleta ser de senhora, a cor também o é: lilás.

É ver-me a pedalar a grandes velocidades pelas ruas de Ealing (o local onde vivo actualmente) na minha bicicleta de senhora de cor lilás.

Claro que eu tento fazer ar de mauzão, mas sinto que as pessoas olham de uma forma diferente para mim…

A cor da minha bicla é outro assunto a rever, esta semana…

 

Só trouxe este assunto das cores ao blog porque no passado sábado, estava eu no meio da compra de porta cds, quando reparo que só os há cor-de-rosa.

Como a loja é de uma libra e não queria pagar mais pelos referidos porta cds, lá tive de vir para casa com dois cor-de-rosa.

Acho que as cores vivas me andam a perseguir.

Eu que sempre gostei do verde alface e do laranja vivo, agora tenho de aprender a conviver com o cor-de-rosa e o lilás.

Se bem que ainda estou longe de comprar roupa nessas cores…

 

 

PS: Não sei se é perceptível, mas em todo o post esteve em causa a minha orientação sexual.

Sou hetero.

 

sinto-me:

publicado por Peter WouldDo às 00:04

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De guiga a 20 de Abril de 2009 às 16:18
Eu reparei que és! Os gays não têm problema nenhum com cores! LOOOOL
Boa semana! *.*


De Silvia a 23 de Abril de 2009 às 17:34
;) Da para perceber sim!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags