.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

Quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Surfista no Metro de Londres

 

Reconheço que a gripe suína alterou alguns dos meus comportamentos.

Um deles foi no metro.

Simplesmente deixei de me agarrar aos varões, quando viajo de pé.

O resultado não é difícil de prever.

Tornei-me num surfista do metro.

Esta faceta deve ser comum entre outros utilizadores do metro de todo o mundo, apesar de nunca me ter cruzado com nenhum.

Só espero que eles façam a mesma figura que eu.

Pelo menos em Londres, há zonas bem lixadas, com muita turbulência.

Chego a ser atirado contra as pessoas, ou contra os próprios varões.

E até já acabei sentado no colo de uma idosa prai 70 anos, para satisfação dela, que logo me começou a fazer festinhas no cabelo.

Mas não pensem que eu sou um farrapo a ser atirado de um lado para o outro.

Já desenvolvi um pouco a técnica de surfar no metro.

Já adquiri experiência.

Já sei qual a melhor colocação das pernas.

Já sei compensar nas curvas com inclinação do corpo.

Não estarei a ser convencido se disser que se houvesse um campeonato do mundo de surf no metro eu estaria entre os 20 melhores.

E cá por Londres já devo estar no top 5.

Ah, esqueci-me de dizer que faço isto porque meti na cabeça que os varões das carruagens do metro onde as pessoas se agarram estão cheio de micróbios, e alguns deles da gripe suína.

Também já aprendi a reconhecer alguns dos traçados mais sinuosos e quando os consigo ultrapassar mantendo-me de pé recebo palmas dos outros passageiros que vão sentados.

Penso em fazer carreira nesta área.

Pelo menos depois das palmas algumas pessoas atiram-me moedas, pensando que é algum número de entretenimento.

Acho que são os japoneses que fazem isso.

Entretanto tento evitar andar na mesma carruagem que a velhinha de 70 anos.

Acho que ela terá ficado com falsas esperanças…

 

 

PS: A minha paranóia com os micróbios não é nova. Há cerca de 10 anos atrás desenvolvi uma técnica relacionada com os WC públicos. Uma estória que fica para outro post.


publicado por Peter WouldDo às 00:04

link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De Sandra Bento a 1 de Julho de 2009 às 09:47
Hehe! És terrível...


De guiga a 1 de Julho de 2009 às 17:08
Muito bem!
Um homem de inúmeras facetas! :D
*.*


De Andreia G. a 3 de Julho de 2009 às 05:21
Essa história dos WC públicos já a conheço e devo dizer q encontro nela uma certa lógica. Tanto q já a contei a algumas pessoas. Sempre q vou a um, lembro-me de ti ;) E, se fores ver, o mesmo se pode aplicar aos corrimões de escadas em sítios públicos... Caca!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags