.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

Domingo, 13 de Julho de 2008

A minha relação com o sol

 

Hoje à tarde voltou o sol. A primeira coisa que lhe disse quando o vi foi boa tarde. A boa educação nunca fez mal a ninguém, e como ele aparece poucas vezes pode ser que fique bem visto e que ele me faça o favor de vir mais vezes.

Aproveitei, vesti t-shirt e calções (peças de roupa utilizadas pela primeira vez), e sai à rua em direcção a um parque localizado a poucos metros de casa.

No caminho o sol foi-me dizendo que estava por aí por pouco tempo, e que talvez não tivesse sido muito boa ideia ter saído de casa com calções e t-shirt.

Pedi-lhe para ter um pouco de consideração por mim, que sou português e estou habituado a ter sol em Julho.

Respondeu-me que na Inglaterra reinam os ingleses e os polacos, e que esses estavam habituados a frio e chuva.

Mandei o sol às favas e apressei o passo para aproveitar os poucos minutos que me restavam até chegarem as minhas bem conhecidas amigas nuvens.

Sentei-me na relva, abri a revista sobre cinema que comprei por 3,9 libras (chulice ao contrários dos jornais que são quase oferecidos) e desatei a ler rapidamente um artigo sobre o novo filme da Pixar: Wall-E.

Cerca de meia hora depois o sol foi-se embora com um sorrisinho na boca, quase que a dizer: Fu...i-te

Peguei na revista e fui embora.

Nunca mais me meto com sol.


publicado por Peter WouldDo às 18:11

link do post | favorito

De sandra c. a 14 de Julho de 2008 às 09:58
eu bem te disse para ires pro brasil.. nao quiseste ouvir-me..:p


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags