.posts recentes

. O Irmão do loucura Londri...

. ...

. O penteado da nova estaçã...

. O gajo vestido à labrego

. Música ao acaso

. Pedido de ajuda para desc...

. Experimentando gadgets

. ti. ti. ti. ti. ti. ti. t...

. Três quilos e meio baralh...

. Como os rumores mudam a m...

. Post sobre cuecas II

. As minhas cuecas

. Momento estranho da seman...

. 110 minutos de sono profu...

. Ainda não morri... ...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010

Ainda não morri... só comprei um Ipod

 

Só para dizer que ainda estou vivo, apesar de ter queimado a língua com um mocha do Starbucks.

 

Para ser sincero, não tenho aparecido por aqui com combinações de palavras novas, vulgarmente reconhecidas como posts, porque comprei um Ipod Touch.

Tem sido essa a minha perdição dos últimos dias.

Eu que pensava que já não era criança vejo-me agora de caras (quando olho ao espelho) com um garoto que recebeu um presente.

E já sabem que é usar até aborrecer, ou se tornar um objecto vulgar.

Mas como aquilo tem funções que nunca mais acabam, não sei quando me vou fartar.

Para já é downloadar até não parar.

São aplicações para tudo e alguma coisa.

Chego a descarregá-las e apagá-las alguns minutos depois porque não encontro utilidade para aquilo.

Claro que só as de borla.

E já encontrei aplicações (ou aps) para funções que nunca me passavam pela cabeça.

Mas isso é um assunto para um post futuro.

Reconheço que estou a adorar o meu Ipod.

Já era altura de colocar o meu velhinho leitor de 256MB num museu e ser promovido aos 8GB de um Ipod.

É tão fixe mexer com o dedo no ecrã.

No início é estranho, porque desde pequeno que a minha mãe me ensinou a não pôr o dedo no ecrã.

Fosse ele da televisão ou do computador.

E agora só assim consigo ouvir música ou resolver um sudoku assim.

Já estou a imaginar o choque que será para a minha mãe ver-me a pôr o dedo no Ipod.

“Mais uma modernice”, dirá.

Bem, vou-me.

Ainda não vi a meteorologia para amanhã em Londres e Cabinda.

Nem a cotação de hoje do euro.

Mas já li as notícias da BBC e do Sapo Local.

Assim como ouvi alguns Podcasts.

Já passei mais alguns níveis num jogo de blocos.

E aprendi que a capital dos Estados Federais da Micronésia é Palikir.

Também aprendi que “assinatura” em polaco se escreve “podpis”.

Ora digam lá se o Ipod não me está a tornar numa pessoa culta?

 

tags: , ,

publicado por Peter WouldDo às 00:04

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Silvia Marina a 4 de Fevereiro de 2010 às 08:29
Culta talvez mas muito ausente :)


De loira a 4 de Fevereiro de 2010 às 11:54
tb quero ummmm


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags