.posts recentes

. Adepto de futebol tuga em...

. Homens tugas, querem sabe...

. Depois disto, nada me esp...

. Vejam-me a cena...

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados


Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Adepto de futebol tuga em Londres

 

Um adepto feroz do vitória de Guimarães vem de visita a Londres num fim-de-semana.

Para além do problema de não poder ver a sua equipa jogar ao vivo no domingo à noite, também não pode ver na televisão.

Isto se não tiver a coragem de procurar um café ou restaurante português com a ZON.

Mas a vida de este tuga maluco por futebol em Londres é muito mais complicada…

Na chegada a Londres depara-se com o total desconhecimento pelo cachecol preto e branco que trás ao pescoço ou o casaco com a palavra VITÓRIA em letras grandes.

O londrino menos atento vai considerá-lo mais um maluco que acha que o reinado da rainha VICTÓRIA foi de facto o melhor de todos (1819-1901).

Embora o preto e branco, tanto do casaco como do cachecol, levem qualquer um a pensar que é adepto do Fulham.

Depois da frustração de falta de impacto da vestimenta, o adepto vitoriano tem de levar histórias para contar aos colegas que ficaram na terrinha.

Resolve entrar num bar tipicamente inglês para provar a cerveja inglesa e engatar umas garinas.

O tamanho do copo (pint = 0,568 litros) assusta-o logo, e o preço habitual também (acima das duas libras).

Depois de provar o sabor e achar a cerveja deveras “soft” resolve pedir um pires de tremoços para acompanhar.

Mas apercebe-se que não sabe dizer nem pires nem tremoços em inglês.

Deita a mão ao dicionário bilingue que trás na mochila e procura ambas.

“Ora pires em inglês é saucer… e tremoços é… lupin”.

One saucer of lupin’s please”, está preparada a frase para dizer ao empregado.

Frase dita e a reacção do empregado é a de quem não sabe o que são lupins.

- Cum caral….o que não sabe o que são tremoços… deixa ver então como se dizem amendoins…

“Ok, One saucer of peanuts, please”

Novamente surpresa do empregado que lhe sai com a pergunta:

“It as to come in a saucer?”

A capacidade bilingue do tuga dá para ele entender que o que está agora a causar problemas é o pires.

Pede então “just peanuts”.

Chegados os amendoins num saco plástico minúsculo e mais uma conta de duas libras para pagar, os palavrões começam a multiplicar-se…

- Que chulice… dois euros [a confusão habitual de denominações] por uma merda de um saquinho…

A refeição habitual de um tuga adepto de futebol tem de ser sempre acompanhada por um jogo na televisão, seja de que equipa ou divisão for.

Mas ai surge novo problema: o cricket também é transmitido nos canais desportivos ingleses

- Que é aquilo… parece basebol mas o gajo atira a bola para o chão…

“E tenho a certeza que não se está a jogar na América, que é o único sítio onde se joga o basebol, porque os gajos são indianos…”

“Xiiiiii, e os gajos tentam acertar com a bola nuns paus…”

“Parece o jogo da patela que jogamos em Portugal, só que com uma bola…”

“E o meu Vitórinha a jogar lá em casa”.

Resolve então mandar um sms para um amigo para que este lhe diga o resultado.

Alguns minutos depois surge a resposta: 0-1 ganha o Trofense.

- Ca pu..a que os p..r..u que aquele nabos vão perder outra vez em casa com uma equipa de merda.

Ainda bem que não fiquei lá para ver este jogo.

Vou aproveitar para procurar umas gajas por aí.

 

AMANHÃ CONTO O RESTO DA VISITA DESTE TUGA A LONDRES

 

PS: O Vitória de Guimarães perdeu ontem à noite em casa com o trofense por 0-1.

       Mas o Benfica também perdeu, eh eh.

sinto-me:

publicado por Peter WouldDo às 00:18

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sábado, 19 de Julho de 2008

Homens tugas, querem saber que música põe as inglesas doidas??

Em Inglaterra, como em qualquer país do mundo, há uma música que põe as mulheres loucas.

Em Inglaterra, essa música é antiga, como não podia deixar de ser.

Cá passamos a noite toda a pensar: "Eu conheço esta música de algum lado!!"

Claro, é só remix e mix de músicas antigas.

Ou então as próprias músicas dos anos 80 e 90.

Estão curiosos?

Cá vai:  

 

 

Devem-na conhecer, por certo.

N-Trance - Set You Free

DJ's algarvios, se querem ver as inglesas com as passarinhas aos saltos, é com esta música que o conseguem.

sinto-me: a dançar
música: N-trance - Set You Free
tags: , ,

publicado por Peter WouldDo às 09:06

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Sexta-feira, 18 de Julho de 2008

Depois disto, nada me espanta mais

Ontem à noite (quinte-feira) desloquei-me com mais quatro "mates" portugueses ao bar fashion de Rugby: o Walkabout.

Bacardi Frezzers a 1,5 libras... música dance dos anos 80 e 90 (apesar de gostar deste tipo de música, cá os DJ's não valem nada)... muitas miudas (garotas - cá a quinta também é a noite dos estudantes)... e muita animação.

A meio da noite, já depois de duas Frezzers, deu-me vontade de ir à casa-de-banho, como é normal. Lá fui eu.

Tcharan

 

repito

 

Tcharan

 

Não sabem o que fui lá encontrar.

Antes de vos dizer o que foi só digo: "Depois disto, nada me espanta mais".

 

Os mais depravados devem estar a pensar que vi um casal a fazer sexo na casa-de-banho, mas não.

Muito melhor.

E também não era nenhum bacanal.

 

era...

 

Um gajo a vender borrifadelas de perfume por uma libra cada.

 

(fecha a boca de espanto)

 

Era mesmo, uma gajo com uma mesinha ao pé com cerca de seis perfumes em cima a vender borrifadelas de cheiro.

 

Para a cena ser mais Hitchocoquiana, o gajo estava sóbrio.

Sintam-se na pela do pobre homem:

 

Sóbrios,

numa casa-de-banho cheia de gajos bêbedos,

um cheiro normal para mijadelas fora do alvo,

a vender borrifadelas de Calvin Klein.

 

Não, não me mijei a rir, mas mijei a rir (percebem a piada???)

Aliás, andei o resto da noite a ir mijar, para me voltar a divertir.

E o coitado do homem lá estava, a vender borrifadelas.

 

Num próximo post vou desenvolver o seguinte assunto: sovaco dos ingleses.

Dessa forma talvez compreendam melhor a cena.

A noite não foi a mesma.

sinto-me: a morrer a rir

publicado por Peter WouldDo às 02:17

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Quarta-feira, 9 de Julho de 2008

Vejam-me a cena...

 Estou neste momento num bar com acesso à internet.

Na mesma mesa que eu estão mais três portugueses que trabalham e moram no mesmo sítio que eu.

Na mesa ao nosso lado está uma miúda de dois anos.

Estamos os quatro frustrados porque ela fala inglês melhor que nós.

Não tenho tempo para escrever mais nada…

 

PS.: Eu sei que estou a falhar, escrevendo muito pouco. Mas prometo mudar isso nos próximos dias.

Até porque tenho já um par de estórias muito engraçadas.

sinto-me: Frustrado
música: Onerepublic

publicado por Peter WouldDo às 19:16

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags