.posts recentes

. Torrente de pensamentos

. Verbo Googlar

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

free website hit counters
Get a free website hit counter here.

.Posts mais comentados

4 comentários

Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Torrente de pensamentos

“Vai ao Google” deve ser das frases que eu mais repito.

E se o faço é porque me safo muito bem nas pesquisas que lá faço.

Eu até me auto classifico de muito bom googlador.

Se os directores Google soubesse da minha existência acho que me contratavam logo…

…para lhes ir buscar o café de manhã.

Sou óptimo a ir buscar cafés.

Pergunto sempre se querem com uma, duas ou nenhuma pedra de açúcar.

E no regresso não entorno nem uma gota.

Agora que penso, logo a seguir a fazer pesquisas no Google, devo ser um dos melhores da minha rua a ir buscar café.

Na verdade eu já era bom a ir buscar café mesmo antes de vir para Londres.

Cá só tive de me adaptar e começar a perguntar se querem chã.

E leite adicionado.

Ainda é das coisas que mais me fascina nos ingleses, essa de juntar leite ao chã.

Que mania.

Ou é leite ou é chã.

Agora os dois juntos?!

Quando lhes pergunto porque é que não põe logo directamente os sacos de chã no leite ficam a olhar com cara de parvos para mim.

Depois dizem que não é a mesma coisa.

Que primeiro tem de ser feito o chã e só depois adicionado o leite.

Chá branco.

Bedelheque.


publicado por Peter WouldDo às 00:04

link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

Verbo Googlar

 

 

Ontem, numa conversa online, senti necessidade de dizer que tinha pesquisado algo na internet, mas de forma mais simples.

E a primeira coisa que me veio à cabeça foi “googlei”.

E o verbo “googlar” pelos vistos já aparece como neologismo no português.

E quando queria ser o primeiro a conjugar o verbo googlar no Pretérito Perfeito, descobri que o contrafacção já o tinha feito.

Mesmo assim, e ao contrário do que ele pensa, considero de uma grande utilidade este verbo.

E vou mostrar-lhe que é possível fazer conversa com ele:

 

Queria saber mais sobre ti, por isso googlei-te.

Porque me googlaste?

Não fui eu, mas ele que te googlou!

Bem, só te falta dizer que fomos nós que googlamos.

Não não, porque já te disse que não fiz nada. Por isso vós é que googlastes.

És sempre o mesmo a atribuir culpas: eles isto, eles aquilo, eles é que googlaram o pessoal. Vê se cresces…

 

 

Curiosidades:

Este blog foi, a 22 de Janeiro de 2009, o segundo em todo o mundo a conjugar em português o verbo googlar no pretérito perfeito.

E o primeiro a mostrar quão útil ele pode ser. 

 

sinto-me:

publicado por Peter WouldDo às 00:21

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.Recomenda-se

Best Ecigs in Brentwood, Essex, UK

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags