.posts recentes

. Já falta pouco

. De férias em Portugal

.arquivos

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

.Posts mais comentados

7 comentários

Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

Já falta pouco

 

Tenho andado mais animadito.

E em grande parte fica a dever-se às férias de uma semana que já marquei para Portugal.

Em Setembro vou à Tugalândia ver família, amigos e demais.

Para os amigos da ESEC que me lêem fica o pedido para que arranjem disponibilidade para um encontro em Coimbra no fim-de-semana de 26 e 27.

Seria óptimo rever o pessoal e aquela cidade, que deixou saudades.

Também quero apanhar sol na praia.

Desde 2007 que não vou à praia apanhar sol.

“A frase anterior é chocante, eu sei…”

Não fossem aquelas semanas a trabalhar à trolha/jardineiro/carpinteiro e estaria da mesma cor que os ingleses.

Deitar-me numa praia à noite a ouvir o mar é outra das coisas que quero fazer.

Já nem falo da lista de pratos que quero comer ou das vezes que me vou empanturrar de bolos… a menos de um euro cada.

Não sei porquê mas tenho saudades da minha bicicleta portuguesa.

A minha bicicleta à homem.

Não a lilás que tenho cá, com quadro à menina.

Não me posso esquecer do meu colchão super duro, em comparação com esta coisa que tenho debaixo de mim enquanto escrevo este post ou durmo durante a noite.

E as saudades de jogar às cartas a dinheiro?

Copas a 10 cêntimos a carta ou então ao rami a um euro a partida.

É só mesmo para passar o tempo.

Também tenho saudades de beber uma cerveja sentado numa das esplanadas da praça da Oliveira, em Guimarães.

Qui ça servida por um sobrinho.

Também quero ir ao Porto rever mais amigos.

Confesso que a lista das coisas que quero fazer já vai longa no bloco de notas.

A vida de emigrante é lixada…

Mas pelo menos serve para que dê-mos maior valor a pequenas coisas.

E nos apercebamos da importância de certas pessoas nas nossas vidas.

 

 

sinto-me:

publicado por Peter WouldDo às 00:04

link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Segunda-feira, 9 de Março de 2009

De férias em Portugal

 

 

Atrasei-me a postar.

E ao lerem este post já nem deve ser segunda-feira.

Mas a desculpa é que este fim-de-semana foi muito movimentado.

Na sexta à tarde decidi não esperar pela Páscoa e ir já de férias a Portugal.

Neste momento não tenho emprego, e daqui a algumas semanas espero já ter, o que dificultaria a ida a Portugal.

Uma pesquisa por viagens e descobri que os preços até eram acessíveis.

Na Ryanair cerca de 130 libras (145 euros), e na TAP 140 libras (155 euros).

Para viajar na Ryanair tenho de me deslocar para o aeroporto de Stansted.

O que custa 14 libras por autocarro.

Já o voo da TAP saía de Heathrow, para onde há metro.

Ainda por cima a linha que passa perto da minha casa.

Nem hesitei e comprei pela TAP.

Até porque é portuguesa, e eu não comungo das críticas que muita gente lhe faz.

Pelo menos nunca tive razão de queixa, e continuo a não ter.

É tão bom ouvir uma Andreia Cunha a perguntar-nos em português se queremos sumo de laranja para acompanhar a sandes.

Tive de acordar às 3 da manhã de domingo, e fui para Heathrow de autocarro, já que a essa hora não há metro.

Só às 10 cheguei a casa, na freguesia de São Cristóvão de Selho.

E foi aí que criei as primeiras emoções.

A minha mãe não estava à minha espera, e liguei-lhe de fora da casa.

Ela atendeu pensando que estava longe, e a contar-me que iria almoçar com uma tia minha.

- Então não vais almoçar comigo – disse eu.

- Quê?

Nessa altura abri a porta e ela ficou cerca de dois segundos a olhar para mim sem perceber o que se estava a passar.

Depois o choro do costume

Decidi ir almoçar sozinho a um restaurante, já que não quis alterar planos.

Aproveitei para rever a minha cidade: Guimarães.

Um bom prato de bacalhau, uma coca-cola e um leite-creme com açúcar torrado.

Tudo à maneira para matar saudades da comida portuguesa, e por apenas 8,20 euros.

E ainda comi ao ar livre... (foto)

Depois de almoço nada melhor que assistir a um jogo de futebol ao vivo (entrada com um cartão de sócio de um familiar meu – por isso à borla).

E ainda por cima ganhamos, para variar em relação aos últimos resultados.

Ao final da tarde estava cansadíssimo.

Tinha apanhado sol a tarde toda no futebol.

Para além de ter dormido poucas horas, já que na noite de sábado houve festa em casa.

E conversas com temas tão interessantes como o Tweety.

Mas isso é tema para o post de amanhã.

 


publicado por Peter WouldDo às 15:58

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags